Conceitos imobiliáriosEconomiaMoradia

O que é preciso saber sobre financiamentos de terrenos

Posted On
Postado por Fabiola Coelho

O mercado imobiliário está em excelente momento, caminhando na contramão da crise gerada em outros setores pela pandemia. Muitas famílias começaram um financiamento de terreno, lote ou imóvel, para aproveitar a baixa da taxa Selic.

Somente em julho de 2019, os financiamentos imobiliários somaram R$ 10,8 bilhões, refletindo o melhor cenário do mês desde 2013.  

É hora de realizar o sonho da casa própria ou aumentar o patrimônio, pois as taxas de juros nunca estiveram tão favoráveis para o consumidor. 

Se você deseja sair do aluguel, mas ainda não consegue encontrar um imóvel que caiba em seu orçamento, o momento traz facilidades para financiar um terreno e construir. 

Quem sonha em ter uma casa de fim de semana para usufruir de lazer e tranquilidade, também deve aproveitar o panorama econômico atual para começar a pagar um lote. 

Este artigo é para mudar a opinião de quem pensa que financiamento imobiliário não é para todos. Com a oportunidade trazida pela baixa histórica dos juros, você irá perceber que, não só é possível sim financiar um terreno, como dá para escolher as melhores condições e encaixar no seu planejamento financeiro. 

Nesse texto iremos abordar: 

  1. Tipos de tabela de venda 
  1. Juros e correções 
  1. Outras despesas 
  1. Custos com cartório 
  1. financiamento ideal 

Siga a leitura para entender o que envolve um financiamento de terreno e descubra que a conquista do imóvel próprio está ao seu alcance. 

1. Tipos de tabelas de venda 

A primeira coisa a saber é que existem 3 tipos de tabela mais usadas pelas empresas que fornecem financiamentos. São elas: 

PRICE, SAC e SACOC 

A. PRICE  

O valor das prestações é fixo, do início ao fim do financiamento.    

B. SAC 

As parcelas iniciais são mais altas, e ao longo do tempo diminuem.  

C. SACOC 

As prestações começam menores e vão aumentando no decorrer do financiamento. 

Conhecer as tabelas facilita para se planejar a longo prazo e identificar o modelo que tem mais coerência com a sua realidade financeira. 

2. Juros e correções  

Todo financiamento é composto por juros e correção monetária. A taxa de juros aplicada ao financiamento é fixa, porém a porcentagem varia de acordo com a definição de cada instituição financiadora.  

Os índices mais usados para se corrigir as parcelas são: 

  • IGPM (Índice Geral de Preços do Mercado)  
  • IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) 
  • INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) 
  • TR (Taxa Referencial)  

Pode ser que a empresa financiadora utilize outro índice, citamos apenas os mais comuns. Mas o importante é estar ciente que a correção será baseada em algum indicador e acrescida ao valor financiado.  

3. Outras despesas 

Entendido o funcionamento das tabelas e o que compõe as prestações, que outros custos podem fazer parte da aquisição de um terreno?  

No caso de financiamentos feitos diretamente com as loteadoras, não é costume existirem custos extras. Mas ao optar por financiar com instituições bancárias, outros valores podem ser cobrados como: 

  • Seguro  
  • Taxa administrativa 

A maioria dos bancos autorizam financiamentos apenas para imóveis já construídos, e os que permitem financiar terrenos, oferecem o empréstimo para a compra do lote, mediante uma série de condições, por exemplo:  

  • A localização precisa ser em área urbana 
  • O nome do credor não pode estar em cadastros de devedores como SERASA 
  • Comprometimento de no máximo 30% da renda familiar  

E a lista costuma ser extensa, essas são apenas algumas das exigências. É preciso verificar as particularidades de todas as regras diretamente na instituição. Além disso, o banco realiza uma análise de crédito criteriosa antes de ser liberado o financiamento. 

A ausência dessas cobranças pelas incorporadoras, a flexibilidade para negociação e a adequação do valor da entrada e das parcelas são algumas vantagens a serem analisadas pelo cliente, antes de escolher o financiamento bancário. 

4. Custos com cartório 

Na maioria dos casos, a princípio, não será necessário se preocupar com despesas de cartório, principalmente se a negociação estiver sendo feita diretamente com a incorporadora. Neste caso, o próprio contrato de compra e venda servirá para a liberação do financiamento. 

Muitas loteadoras permitem que o cliente adie os gastos com a expedição de documentos como escritura, certidões, registro do imóvel e transferência para o nome do comprador, além do pagamento do ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis), até o momento da quitação do financiamento. 

Mas certas empresas e também os bancos optam pela alienação fiduciária. Essa condição exige a apresentação de certos documentos emitidos pelo Cartório, mediante pagamento de taxas.  

5. O financiamento ideal 

Um detalhe importante a saber sobre financiamento de terrenos é que não é a mesma coisa que financiar imóvel construído.  

Atualmente no mercado, a maioria dos bancos não concede financiamento para terrenos, apenas restringem-se a casas ou apartamentos prontos, enquanto os que possuem essa opção, costumam ser bastante específicos em relação as regras a serem seguidas, conforme já citado anteriormente, no tópico 3. 

Por outro lado, incorporadoras oferecem financiamento direto, com maiores possibilidades de negociação e adequação ao orçamento do cliente.  

Vamos fazer um compilado com algumas comparações para facilitar a sua análise? 

É possível observar que financiar diretamente com incorporadoras costuma ser uma alternativa mais fácil e acessível. No entanto, não existe o financiamento ideal, mas sim a opção que mais se adeque às necessidades do comprador. Apenas o próprio cliente saberá avaliar o melhor para sua necessidade. 

Com essas informações básicas sobre os custos envolvidos na compra de um lote, ficou mais fácil entender como funcionam os financiamentos e perceber que é perfeitamente possível adquirir o seu, não é mesmo?  

Agora para saber que questões avaliar antes de fechar um negócio, sugerimos a leitura desse outro artigo, com 7 dicas para acertar na compra de um lote. Basta se precaver de alguns cuidados e se preparar para a assinatura do contrato.  

Em nosso blog e redes sociais você encontra mais conteúdo sobre diversos assuntos referentes a loteamentos e terrenos. Siga nossos canais e visite nosso site Imóveis Virtuais, onde você encontra a maior variedade de terrenos e empreendimentos à venda pelo Brasil. 

POSTS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

quatro × três =